Keflezighi vence e Jeptoo bate o recorde da Maratona de Boston

Foto Reprodução / Twitter @PaulaEbbenWBZ

Meb Keflezighi encerra o jejum de vitórias americanas na Maratona mais longeva do mundo, enquanto entre as mulheres, a queniana Rita Jeptoo defendeu o título do ano passado ao vencer a prova pela terceira vez, com direito a recorde do percurso.
 
Desde 1983 que não se via um americano comemorar a vitória na Maratona de Boston (a última vitória havia sido a de Greg Meyer, em 1983) e coube ao eritreu naturalizada norte-americano Meb Keflezighi conseguir essa façanha. Após alternar a liderança do pelotão até o km 12 com Ryan Hall, Meb decidiu escapar do pelotão. Ele foi seguido pelo também americano Josphat Boit e ambos foram abrindo distância que em dado momento chegou a mais de um minuto em relação aos outros atletas. Meb se distânciou de Boit e conseguiu se segurar até o final, mesmo com a ameaça tardia do queniano Wilson Chebet. O americano cruzou a linha de chegada com 2:08:37, estabelecendo aos 38 anos, sua melhor marca pessoal. Foi bonito ver sua reação emocionada na chegada, pois é impossível esquecer o atentado à bomba do ano passado que, virtualmente, feriu pessoas do mundo inteiro. 
 
Em entrevista à Universal Sports, Meb disse que talvez tivesse escapado cedo demais, mas que se sentiu inspirado pelos torcedores e ia lutar até o final. Keflezighi, que também já havia vencido a maratona de Nova York em 2009 (também encerrando o jejum de vitória de americanos), disse ao site Letsrun.com que agora sente que sua carreira está mais do 100% completa.
 
Entre as mulheres, a queniana Rita Jeptoo venceu a prova pela terceira vez (2006/13/14), e de lambuja, bateu o recorde do percurso. Talvez , a grande responsável pela marca tenha sido a americana Shalane Flanagan, que puxou o pelotão até a meia-maratona em ritmo fortíssimo – em dados momentos, a previsão de término da prova era de 2h17. Quando Shalane foi “engolida” pelo pelotão de africanas, Rita Jetptoo decidiu que não iria dar chances às outras atletas e na porção final da prova, chegou a fazer parciais abaixo de 3 min/km para completar a prova em excelentes 2:18:57, baixando o recorde do percurso em mais de um minuto (Margaret Okayo – 2:20:43, em 2002). 
 
““Eu não esperava correr rápido como hoje (ontem). A corrida começou pegando fogo e eu nunca tinha começado uma prova dessa maneira”, disse a atleta na coletiva de imprensa pós-prova. De fato, a prova feminina foi tão forte, que as 10 primeiras colocadas fizeram tempos abaixo de 2h24. E quanto à Flanagan? Foi a sétima colocada, batendo seu recorde pessoal em mais de 3 minutos (2:22:02). “Eu corri, literalmente, o mais forte que pude. (…) Estou orgulhosa da maneira que corri e eu não desejaria que tivesse sido fácil, mas que pudesse ter sido melhor”, afirmou a americana.
 

A brasileira Adriana Aparecida da Silva, que também disputava a prova, fez a primeira parte da prova em 1:14:44, viu o ritmo cair, mas mesmo assim completou a prova em 2:31:18, na 16ª colocação. O tempo estava dentro do previsto pelo seu técnico Cláudio Castilho e os dois devem estar satisfeitos com o resutado.

NÚMEROS: 35.755 corredores completaram a Maratona de Boston, sendo 19.648 homens e 16.107 mulheres.
 
RESULTADOS:
Homens:
1) Meb Keflezighi (EUA) – 2:08:37 
2) Wilson Chebet (QUE) – 2:08:48 
3) Frankline Chepkwony (QUE) – 2:08:50

Mulheres:
1) Rita Jeptoo (QUE) – 2:18:57 (Recorde da prova)
2) Buzunesh Deba (ETI) – 2:19:59
3) Mare Dibaba (ETI) – 2:20:35
16) Adriana Aparecida da Silva (BRA) – 2:31:18

A análise dos resultados e mais informações sobre a Maratona de Boston você verá no Corrida no Ar Ao Vivo de hoje, as 21 horas. Não perca!

Fizemos uma trasmissão não-oficial da prova pelo nosso Twitter. Clique aqui e confira.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes
    %d blogueiros gostam disto: